Ingenuity: drone da Nasa envia primeiro relatório após pousar em Marte
22/02/2021 09:02 em Ciência

A Terra recebeu neste fim de semana o primeiro relatório de diagnóstico enviado pelo drone Ingenuity. O dispositivo da Nasa pousou em Marte na última quinta-feira (18), acoplado ao robô (rover) Perseverance.

Embora ainda não tenha feito o primeiro e aguardado voo no planeta vermelho, o pequeno helicóptero “avisou” que seus sistemas de armazenamento de energia e sensores estão funcionando bem.

Em comunicado, o líder de operações do Ingenuity no Laboratório de Propulsões de Jatos da Nasa, Tim Canham, explicou que a equipe acompanha dois itens principais: o estado de carregamento das baterias do drone, bem como a confirmação que a estação de base está operando como planejado. “Ambos parecem ótimos. Com esse relatório positivo, avançaremos com o recarregamento das baterias do helicóptero”, comemorou.

Voo do Ingenuity ainda pode demorar um pouco

Pesando apenas 1,8 kg, o Ingenuity é alimentado no momento pela mesma bateria do Perseverance. Mas, quando se soltar para voo solo, o dispositivo vai precisar manter o aquecimento e driblar o frio durante as noites em Marte. Por isso, é importante que o drone recarregue e armazene a própria bateria.

A missão do Ingenuity é realizar cinco voos em um período de 31 dias. Para o primeiro, o objetivo da Nasa não é tão ambicioso: o helicóptero deve ficar apenas 20 segundos acima do solo. O melhor local para liberar o drone ainda será escolhido e isso pode demorar um pouco – o Ingenuity deve se soltar do Perseverance após um período de 30 a 60 dias.

 

Ingenuity viajou para Marte na “barriga” do Perseverance. Imagem: Nasa

 

Ingenuity pode ser a primeira aeronave a voar fora da Terra

 

O voo exigirá que a equipe encontre uma área plana para a decolagem, a até 1 quilômetro do local onde o rover pousou. Com o local determinado, o Perseverance irá até lá e descarregará o drone, que está armazenado em sua “barriga”. O helicóptero será cuidadosamente baixado ao solo e receberá uma última carga de energia antes de ser desconectado do rover.

 

Se tudo correr como planejado, o Ingenuity será a primeira aeronave a realizar um voo nos céus de outro planeta. A demonstração tecnológica poderá abrir o caminho para o uso de drones para reconhecimento de terreno em futuras missões humanas.

 

 

 

 

Via:Olhar Digital

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!

       

           

          

PUBLICIDADE