Título do eleitor: prazo para emitir ou regularizar termina na quarta-feira (4)
02/05/2022 09:00 em Brasil

Para quem quiser votar nas próximas eleições 2022 tem até a próxima quarta-feira (4) para emitir ou regularizar o título de eleitor. O prazo é para que a Justiça Eleitoral conclua o cadastro de todas as pessoas para que estejam aptas a votar em outubro.

O mesmo prazo é válido para quem quiser transferir o domicílio eleitoral, ou seja, mudar o município onde vota, assim como para incluir o nome social no título de eleitor. Idosos e pessoas com mobilidade reduzida podem solicitar a transferência do local de votação para uma seção acessível.

A procura por regularizar o título aumentou com a proximidade do fim do prazo, e isso fez com que a Justiça Eleitoral de vários estados a ampliassem o horário de funcionamento dos cartórios eleitorais. Porém, todos os procedimentos relativos ao título de eleitor podem ser realizados de forma virtual, sem precisar que as pessoas saiam de casa.

Inclusive, pela internet é possível, por exemplo, pagar multas eleitorais atrasadas e solicitar a revisão de dados no caso de título cancelados. Segundo a Justiça Eleitoral, mais de 6 milhões de títulos foram cancelados de 2018 a 2021.

Como regularizar o título pela internet?

Como informado aqui no Olhar Digital, a regularização do documento pode ser feita pelo Título Net, uma ferramenta disponível no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Além dos dados pessoais, será solicitado ao eleitor *uma selfie e a digitalização dos seguintes documentos: identidade com foto, comprovante de residência, comprovante de pagamento de débitos eleitorais e comprovante de quitação de serviço militar (somente para homens). Não esqueça que na foto, é preciso segurar, ao lado do rosto, o documento oficial de identificação.

O prazo até 4 de maio também vale para quem vai pedir a primeira via do título, fazer a transferência de local de votação ou a atualização de dados pessoais. Portanto, não deixe para resolver as pendências de última hora!

 

Por: Olhar Digital

 

COMENTÁRIOS

       

           

          

PUBLICIDADE